EPSO

Comunicação

Existe uma grande variedade de funções de administrador (AD) e de assistente (AST) em todas as instituições europeias para pessoas com formação e experiência no domínio da comunicação, isto é, relações com a imprensa e órgãos da comunicação social em geral, desenvolvimento e manutenção de sítios Web, publicações, etc.

Natureza das funções

Os assistentes no domínio da comunicação trabalham num ou mais setores relacionados com a comunicação e a informação interna e externa. Podem ter como tarefas a gestão dos contactos com a imprensa, os meios de comunicação e o público, a redação, revisão e preparação de documentos para publicação, a organização de eventos, a preparação de documentos de informação, publicações, brochuras e produtos audiovisuais, a gestão de atividades de comunicação em sítios Web e redes sociais, a participação na análise do impacto mediático das ações de comunicação, bem como a manutenção de contactos e a coordenação de atividades com as partes interessadas (Serviço das Publicações, subcontratantes, etc.).

Qualificações

Deve possuir um bom domínio de, pelo menos, duas línguas oficiais da UE e ter quer um diploma do ensino superior em comunicação, comunicação social, jornalismo ou relações públicas e alguns anos de experiência profissional relevante para o concurso em causa, quer um diploma do ensino secundário e vários anos de experiência profissional relevante para o concurso em causa.

Informe-se sobre o processo de seleção e consulte os exemplos de provas.

Para mais informações sobre a possibilidade de fazer um estágio, consulte o Guia dos estágios na UE.

 

Natureza das funções

Os responsáveis pela comunicação das instituições europeias trabalham em domínios como a comunicação externa com o grande público, incluindo contactos com  grupos de visitantes e de jornalistas, a informação oral e escrita destinada aos representantes dos média, a comunicação na Internet, a comunicação estratégica e a comunicação de crise.

Podem ter como tarefas a redação de comunicados de imprensa, relatórios e textos destinados a diferentes tipos de média (na língua em que são recrutados e/ou em francês ou inglês), o estabelecimento e a manutenção de relações com os média, a comunicação de informações sobre questões da atualidade relacionadas com a Europa, o acompanhamento e a análise do impacto mediático e a gestão e manutenção da presença da UE nas plataformas em linha, nomeadamente elaborando e publicando conteúdos originais.

Qualificações

Deve possuir um bom domínio de, pelo menos, duas línguas oficiais da UE e ter uma licenciatura num domínio relevante para ser recrutado no Grau AD 5 (nível de entrada dos funcionários administradores). Se, além disso, tiver vários anos de experiência relevante, pode ser recrutado num grau superior (Grau AD 7).

Informe-se sobre o processo de seleção e consulte os exemplos de provas.

Para mais informações sobre a possibilidade de fazer um estágio, consulte o Guia dos estágios na UE.