EPSO

Tecnologias da informação

Natureza das funções

Os sistemas informáticos são essenciais para o bom funcionamento das instituições europeias e a realização de tarefas que afetam a vida de milhões de cidadãos europeus. Se tem uma formação em tecnologias da informação, pode candidatar-se para trabalhar nas instituições europeias como administrador ou como assistente. Existe igualmente a possibilidade de trabalhar como agente contratual no domínio das tecnologias da informação e das telecomunicações.

O trabalho dos administradores no domínio das tecnologias da informação pode incluir as seguintes tarefas: gestão, supervisão e análise de projetos e processos, análise e aconselhamento técnico, coordenação e consultas interserviços, serviços de telecomunicações, centros de tratamento de dados, gestão e fiscalização de serviços de correio eletrónico, serviços de redes de dados e voz, desenvolvimento de sítios Web, desenvolvimento de software para a recolha de dados estatísticos e gestão da segurança informática.

Qualificações

Deve possuir um bom domínio de, pelo menos, duas línguas oficiais da UE e ter uma licenciatura no domínio das tecnologias da informação e da comunicação para ser recrutado no Grau AD 5 (nível de entrada dos funcionários administradores). Se, além disso, tiver vários anos de experiência relevante, pode ser recrutado num grau superior (Grau AD 7).

Para ser recrutado no Grau AST 3 (assistente), deve possuir um bom domínio de, pelo menos, duas línguas oficiais da UE e quer um diploma do ensino superior e, pelo menos, alguns anos de experiência profissional relevante para o concurso em causa, quer um diploma do ensino secundário e vários anos de experiência profissional relevante para o concurso em causa.

Os requisitos para agentes contratuais podem ser diferentes.

Informe-se sobre o processo de seleção  e consulte os exemplos de provas.

Para mais informações sobre a possibilidade de fazer um estágio, consulte o Guia dos estágios na UE.