Perguntas frequentes

Testes EPSO: mitos e factos

Apesar da minha grande competência e longa experiência profissional, parece-me que a única forma de me tornar funcionário europeu é competir com dezenas de milhares de candidatos.

Todos os anos, os concursos para funcionários AD generalistas atraem dezenas de milhares de candidatos, já que, em conformidade com o Estatuto dos Funcionários (o documento oficial que estabelece as regras, os princípios e as condições de trabalho da função pública europeia), os interessados apenas precisam de ter uma licenciatura para se poderem candidatar. O EPSO também organiza concursos especializados, com critérios de seleção específicos e que têm em conta a experiência dos candidatos, especialmente dirigidos a pessoas com um certo nível de experiência profissional. Estes processos de...

mais

Se já trabalhar para as instituições europeias, tenho mais possibilidades de ficar aprovado no processo de seleção.

O EPSO organiza essencialmente procedimentos de seleção a que qualquer cidadão europeu se pode candidatar. Em nenhuma fase do processo, é feita qualquer distinção entre candidatos internos e candidatos externos e as provas, incluindo os testes por computador, o avaliador de talentos e as provas escritas, são pontuadas de forma anónima. Todos os candidatos fazem as mesmas provas e são selecionados de acordo com os mesmos critérios.

mais

Porque razão o EPSO faz testes de escolha múltipla em computador?

O principal objetivo dos testes de capacidade cognitiva do EPSO é avaliar capacidades de raciocínio fundamentais para qualquer futuro funcionário europeu, e não simplesmente eliminar candidatos. Baseados em estudos científicos amplamente reconhecidos, estes testes constituem uma das melhores formas de prever o futuro desempenho profissional do candidato (em comparação com a avaliação exclusiva dos conhecimentos). Apesar de os candidatos de um mesmo concurso não receberem as mesmas perguntas, os testes têm todos o mesmo nível de dificuldade, salvaguardando assim a igualdade de tratamento. A...

mais

Tive uma pontuação baixa no teste de raciocínio verbal, apesar de o ter feito na minha língua materna.

O teste de raciocínio verbal não é um teste de língua, mas sim um teste que avalia a capacidade de raciocínio. Por conseguinte, uma pontuação baixa neste teste não significa que o candidato conheça mal a língua em que é feito. Os testes de raciocínio são muito importantes para avaliar os candidatos, já que, no trabalho do dia-a-dia, os funcionários da UE necessitam de ter uma elevada capacidade de raciocínio e de compreensão para tratar informações complexas. O nível de dificuldade das provas de escolha múltipla por computador é decidido pelo júri de cada concurso, pelo que pode variar de...

mais

A qualidade da tradução dos testes não é igual em todas as línguas.

As perguntas dos testes são traduzidas por tradutores profissionais das instituições europeias e submetidas a um rigoroso controlo de qualidade antes de serem utilizadas. A repartição da pontuação e a pontuação mínima exigida para passar são iguais nas várias versões linguísticas dos testes de escolha múltipla por computador.

mais

A minha pontuação nos testes de escolha múltipla varia muito de um concurso para outro.

É normal. O nível de dificuldade das provas de escolha múltipla por computador é decidido pelo júri de cada concurso, pelo que pode variar de concurso para concurso. Por conseguinte, não se deve comparar as pontuações obtidas em concursos diferentes. Embora algumas perguntas possam ser parecidas ou mesmo repetir-se, convém não esquecer que a base de dados do EPSO contém mais de 80 000 perguntas, sendo uma das maiores do género em todo o mundo, de acordo com os especialistas nesta área.

mais

Como são concebidos os testes do EPSO?

Os testes são concebidos e controlados com toda a atenção pela equipa de psicólogos do trabalho do EPSO, juntamente com os membros dos júris, que são cuidadosamente selecionados nas várias instituições europeias. O EPSO acompanha em permanência as inovações mais recentes na conceção de testes baseada em dados científicos, tendo, nos últimos anos, introduzido nos seus processos de seleção novos tipos de provas, como o exercício e-tray ou as entrevistas por vídeo à distância. Ao mesmo tempo, o EPSO tem igualmente de ter em conta o quadro jurídico complexo no qual desenrola a sua atividade, bem...

mais

Como é que o EPSO assegura a igualdade de oportunidades?

Todos os testes do EPSO, bem como o modo como são pontuados, são cuidadosamente analisados para assegurar que são equitativos e não prejudicam um grupo de candidatos específico. O EPSO está em vias de obter a conformidade com a nova norma ISO para processos de avaliação e já aplica a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Um aspeto fundamental da equidade é o equilíbrio entre homens e mulheres. O EPSO esforça-se por atrair e selecionar um conjunto equilibrado de candidatos do sexo masculino e do sexo feminino. Na prática, para alguns perfis, o número de...

mais

Em que língua devo preencher o formulário de candidatura?

A sua escolha em matéria de línguas no formulário de candidatura determinará as línguas em que realizará as várias etapas do concurso ou do processo de seleção, assim como a língua em que deve preencher o formulário de candidatura. Para mais informações sobre as línguas em que pode realizar o processo de seleção e o nível de conhecimento que deve ter das mesmas, consulte o anúncio de concurso ou o convite à manifestação de interesse. Pode escolher qualquer uma das línguas propostas, mas convém não esquecer que o júri e os serviços interessados em recrutar pessoal trabalham num número limitado...

mais

Como são avaliados os conhecimentos sobre a UE e a motivação para trabalhar nas instituições europeias?

O empenhamento no ideal europeu continua a ser um fator determinante quando se trata de atrair e selecionar candidatos. O conhecimento dos assuntos europeus e a motivação dos candidatos para trabalhar nas instituições europeias são testados em várias fases do processo de seleção: através da ferramenta de autoavaliação em linha, que os candidatos preenchem antes de apresentarem a candidatura no formulário de candidatura, onde os candidatos indicam os eventuais estudos e experiência profissional relacionados com a UE e descrevem a sua motivação para trabalhar nas instituições europeias

mais

Encontrou uma resposta?

Sim Não