Administradores no domínio da agricultura sustentável e do desenvolvimento rural

Início > Administradores no domínio da agricultura sustentável e do desenvolvimento rural

É especialista no domínio da agricultura sustentável e do desenvolvimento rural? Gostaria de ter uma carreira internacional e de trabalhar numa equipa multicultural e diversificada? Se for o caso, continue a ler.

A Comissão Europeia pretende recrutar especialistas com experiência profissional no domínio da agricultura sustentável e do desenvolvimento rural. Os funcionários recrutados (no grau AD 6) trabalharão sobretudo na Direção-Geral da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (DG AGRI) da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Se for recrutado, as suas principais funções consistirão em elaborar políticas e nova legislação, executar e gerir a legislação e os programas em vigor, fazer análises económicas e definir perspetivas estratégicas. Também deverá negociar e/ou acompanhar acordos comerciais, contribuir para as atividades de avaliação do desempenho e do valor acrescentado europeu das medidas sob a responsabilidade da DG AGRI e representar a direção-geral em grupos de trabalho da Comissão, comités da UE, instituições da UE e organizações e instâncias internacionais.

Enquanto empregadoras, as instituições e agências da UE proporcionam acesso a um vasto leque de competências e a numerosas oportunidades para ampliar os seus conhecimentos, melhorar as suas capacidades e evoluir profissionalmente. 

O respeito pela diversidade cultural e a promoção da igualdade de oportunidades são princípios fundadores da UE, pelo que o Serviço Europeu de Seleção do Pessoal se esforça por tratar todos os candidatos da mesma forma e por lhes garantir as mesmas oportunidades e condições de acesso. Para mais informações, consulte a página sobre a nossa política de igualdade de oportunidades, nomeadamente sobre como solicitar adaptações especiais nas provas de seleção.

 

Será que tem o perfil adequado?

Para se candidatar, tem de ser cidadão da União Europeia e saber, pelo menos, duas línguas oficiais da UE, nomeadamente ter um conhecimento aprofundado da língua 1 (uma das 24 línguas oficiais da UE) e um conhecimento satisfatório da língua 2 (inglês ou francês).

É igualmente necessário ser titular de um diploma universitário correspondente a um curso de pelo menos três anos no domínio das ciências agrícolas, seguido de uma experiência profissional de pelo menos três anos relacionada com o domínio do concurso (agricultura sustentável, desenvolvimento rural, silvicultura, recursos naturais sustentáveis, economia agrária, mercados agrícolas e comércio), ou de um diploma universitário correspondente a pelo menos três anos de estudos em qualquer domínio, seguido de uma experiência profissional de pelo menos seis anos no domínio do concurso.

Se estes requisitos correspondem ao seu perfil, então é de si que estamos à procura!

Para informações pormenorizadas sobre os requisitos, consulte o anúncio de concurso na página indicada mais abaixo.

O prazo para a apresentação das candidaturas tem início em 4 de fevereiro de 2021.