Juristas-linguistas

Início > Juristas-linguistas

É jurista multilingue e está interessado em enveredar por uma carreira internacional?

A UE pretende recrutar juristas-linguistas altamente qualificados de língua búlgara, checa, francesa, irlandesa, húngara e polaca. Os funcionários recrutados (no grau AD 7) trabalharão principalmente no Parlamento Europeu, no Conselho da União Europeia e na Comissão Europeia.

Enquanto jurista-linguista, será incumbido de rever textos jurídicos da União Europeia na língua do concurso a partir de, pelo menos, duas outras línguas e de prestar aconselhamento em matéria de redação legislativa. As suas principais funções consistirão em acompanhar os procedimentos legislativos ao longo de todo o processo e atuar como consultor, controlando a qualidade da redação e o respeito das regras formais de apresentação dos textos legislativos. O trabalho de um jurista-linguista implica a utilização das ferramentas informáticas e buróticas correntes, bem como contactos frequentes com os diversos intervenientes no processo legislativo.

Enquanto entidades empregadoras, as instituições e agências da UE proporcionam acesso a um vasto leque de competências e a numerosas oportunidades para ampliar os seus conhecimentos, melhorar as suas capacidades e desenvolver a sua carreira profissional. As equipas multiculturais, internacionais e diversificadas que compõem as instituições trabalham em conjunto para melhorar a qualidade de vida de cerca de 450 milhões de cidadãos da UE e em todo o mundo.

O respeito pela diversidade cultural e a promoção da igualdade de oportunidades são princípios fundadores da UE, pelo que o Serviço Europeu de Seleção do Pessoal se esforça por garantir as mesmas oportunidades, tratamento e condições de acesso a todos os candidatos. Para obter mais informações sobre a nossa política de igualdade de oportunidades e o procedimento para solicitar adaptações especiais nas provas de seleção, consulte a nossa página.

 

Tem o perfil adequado?

É cidadão da União Europeia com um excelente conhecimento de, pelo menos, três línguas oficiais da União – conhecimento perfeito da língua 1 (língua do concurso), conhecimento aprofundado de inglês (língua 2) e conhecimento aprofundado da língua 3 (uma das 24 línguas oficiais da UE – diferente das línguas 1 e 2)? Em caso afirmativo, é de si que estamos à procura!

Deve ainda ser titular de uma licenciatura em Direito búlgaro, checo, francês/belga/luxemburguês, húngaro ou polaco. Para se candidatar ao perfil de jurista-linguista de língua irlandesa, deve possuir um diploma de licenciatura em Direito emitido na Irlanda ou no Reino Unido.

Para informações pormenorizadas sobre os requisitos, consulte o anúncio de concurso na página de candidatura indicada mais abaixo.

O prazo de candidatura abre a 24 de setembro de 2020.