Condições de admissão

Home > Como candidatar-se > Condições de admissão

Reúno as condições para me poder candidatar?

Gostava de saber se reúne as condições para se poder candidatar a um lugar numa instituição ou organismo da União Europeia? Informe-se sobre os critérios mínimos de admissão e os conhecimentos básicos linguísticos necessários para se poder candidatar a um posto de trabalho na UE.

Para poder participar num concurso geral ou num processo de seleção, é necessário reunir as seguintes condições:

  • ser nacional de um país da União Europeia
  • estar na posse dos seus plenos direitos cívicos enquanto cidadão europeu
  • estar em situação regular face às leis aplicáveis em matéria de serviço militar no seu país
  • possuir um conhecimento aprofundado (nível C1) de uma língua oficial da UE e um conhecimento satisfatório (nível B2) de uma segunda língua oficial da UE
  • para os concursos com vista ao recrutamento de linguistas (tradutores, intérpretes e juristas linguistas), é necessário possuir um domínio perfeito (nível C2) de uma língua oficial da UE e um conhecimento aprofundado (nível C1) de uma segunda e terceira línguas oficiais da UE

Veja informações mais pormenorizadas a seguir.

Língua 1
deve ser uma das 24 línguas oficiais da UE

Esta é a sua língua principal. Pode ser a sua língua materna ou outra língua de que tenha, pelo menos, um conhecimento aprofundado (nível C1), definido na grelha de autoavaliação dos níveis de línguas.

Para alguns concursos/processos de seleção, terá de ter um domínio perfeito (nível C2) desta língua.

Língua 2
deve ser diferente da língua 1

Necessita de ter, pelo menos, um conhecimento satisfatório (nível B2) da língua que escolher.

Para alguns concursos/processos de seleção de linguistas, tem de ter um conhecimento aprofundado (nível C1) desta língua.

Outras línguas

Alguns concursos, processos de seleção ou convites à manifestação de interesse, nomeadamente os que visam o recrutamento de linguistas, podem exigir outras competências linguísticas.

Consulte o anúncio do concurso ou o convite à manifestação de interesse para mais informações.

 

Deve ainda satisfazer os eventuais requisitos específicos em matéria de qualificações e experiência profissional indicados no anúncio do concurso ou no convite à manifestação de interesse. Consulte as regras de avaliação da experiência profissional e exemplos de diplomas aceites.

As habilitações mínimas exigidas variam em função da vaga a preencher.

De um modo geral:

  • para todos os lugares destinados a pessoas não titulares de um diploma universitário (grupo de funções I – apoio manual e administrativo; nível de assistente/grupos de funções II – tarefas de escritório/secretariado/outras tarefas equivalentes; grupo de funções III – tarefas administrativas/consultivas/linguísticas/técnicas) é exigida, pelo menos, a conclusão do ensino secundário
  • para todos os lugares destinados a pessoas titulares de um diploma universitário (nível de administrador/grupo de funções IV) exige-se, no mínimo, a conclusão de um ciclo de estudos universitários (de três anos) 

Nalguns casos, pode exigir-se uma experiência profissional específica.

Não há limite de idade. Todavia, a reforma é obrigatória aos 65 anos. Para mais informações, consulte o Estatuto dos Funcionários da UE.