Exemplos de provas

Início > Como candidatar-se > Exemplos de provas

Última atualização: 14/10/2020
 

Tudo o que precisa de saber sobre as provas de seleção do EPSO

No âmbito do processo de seleção de cada concurso geral anunciado no sítio do EPSO, os candidatos devem realizar um conjunto de provas destinadas a avaliar as suas aptidões e competências gerais e profissionais. Com exceção dos candidatos a perfis de especialista, para os quais o procedimento de seleção inicial se pode basear exclusivamente numa análise das qualificações, os candidatos começam por fazer uma série de testes de escolha múltipla por computador.

Os candidatos que passem nestes testes de escolha múltipla por computador e/ou na seleção documental baseada nas qualificações e cujos formulários de candidatura eletrónica mostrem que preenchem todas as condições gerais e específicas de admissão a concurso, são convocados para fazer provas num centro de avaliação.

Regra geral, as provas realizadas num centro de avaliação decorrem em Bruxelas ou no Luxemburgo e podem durar um ou mais dias. O seu objetivo é avaliar as competências gerais dos candidatos, bem como as suas competências específicas relacionadas com as funções e o domínio em questão. Dadas as circunstâncias atuais, não se afigura possível num futuro próximo organizar provas que exijam a presença física dos candidatos nas instalações do EPSO. Por conseguinte, o EPSO decidiu realizar as provas que costumam ser feitas num centro de avaliação num formato em linha (à distância).

Nas páginas seguintes, pode consultar alguns exemplos de provas correspondentes a estas duas etapas para ficar com uma ideia do tipo de perguntas a que os candidatos têm de responder. Tenha em conta que o número e o tipo de provas variam em função do tipo de concurso e do nível das funções em causa. Para mais informações sobre as provas previstas num determinado processo de seleção, consulte o respetivo anúncio de concurso ou o convite à manifestação de interesse.

Para além dos exemplos de provas, o EPSO não fornece material para os candidatos se prepararem para o concurso. Também não organiza cursos de preparação nem recomenda cursos de formação ou publicações de outras organizações.

Alguns países da UE organizam cursos de formação e prestam apoio aos cidadãos que participam nos processos de seleção do EPSO. Pode obter mais informações através destes contactos ou da Representação Permanente do seu país junto da UE (consulte a lista oficial da União Europeia).

 

Será que trabalhar para a União Europeia é uma escolha acertada para si?

Preencha o questionário «Uma carreira para mim na UE?» para perceber se trabalhar para as instituições europeias é uma opção adequada para si e se reúne as qualidades exigidas a um funcionário europeu. As perguntas e respostas visam dar uma visão realista do ambiente de trabalho nas instituições europeias.

Responda ao questionário

 

Assistentes (AST-SC)

  • Provas realizadas em linha (exemplos)
    • Testes de raciocínio
      Verbal (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação verbal e numérica)
      Numérico (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação numérica)
      Abstrato (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber as relações entre conceitos na ausência de elementos linguísticos, espaciais ou numéricos)
    • Provas de avaliação de competências profissionais
      Exatidão e precisão (avaliação da capacidade de tratar rapidamente informação)
      Organização e estabelecimento de prioridades (avaliação da capacidade de organização e de estabelecimento de prioridades em matéria de de trabalho)
       
  • Exercício caixa de correio eletrónico (e-tray) (exemplo)
    Simulação informática de uma situação de trabalho real que reproduz uma caixa de entrada de mensagens eletrónicas com informações sobre um assunto específico. Os candidatos dispõem de um determinado período de tempo para tratar o assunto da melhor forma possível. O exercício é realizado na língua 2 dos candidatos e visa avaliar três competências: análise e resolução de problemas, qualidade e resultados e organização e estabelecimento de prioridades.
     
  • Provas de compreensão linguística (exemplos em 24 línguas)
    A prova de compreensão linguística é constituída por uma série de doze perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar as capacidades linguísticas dos candidatos em termos de vocabulário, de construção gramatical e sintática e de estilo. As perguntas não dizem respeito a um domínio específico de uma determinada instituição, agência ou serviço. Cada pergunta tem por base um cenário associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. Cada resposta certa vale um ponto e as respostas erradas não são penalizadas. Os candidatos dispõem de 30 minutos para responder às 12 perguntas de escolha múltipla.  Embora o fator tempo também seja um elemento da avaliação, as provas são concebidas para dar aos candidatos a possibilidade de responder a todas as perguntas no tempo previsto. As perguntas não exigem conhecimentos específicos e baseiam-se exclusivamente nas informações dadas no texto.
     
  • Prova de avaliação de competências financeiras (exemplos: inglês, francês, alemão) – Prova destinada a avaliar os conhecimentos dos candidatos no domínio das finanças. Esta prova é composta por 25 perguntas na língua 2 dos candidatos, que dispõem de 30 minutos para responder a todas as perguntas.
     
  • Prova de avaliação de conhecimentos de Microsoft Office (exemplo) – Prova destinada a avaliar os conhecimentos dos candidatos em matéria de preparação e/ou tratamento de documentos em MS Word e Excel (Windows 10 – MS Office (MS Word) 2016). Esta prova tem uma duração de 60 minutos.
     
  • Prova de avaliação da capacidade de redação – Prova prática destinada a avaliar as capacidades de expressão escrita dos candidatos, nomeadamente em termos de ortografia, léxico e gramática, na sua língua 2 (os conhecimentos sobre o tema da composição não serão avaliados).
    Os candidatos têm de escolher um tema de uma lista, sobre o qual deverão fazer uma composição. A prova é realizado por computador e tem uma duração de 30 minutos.
     
  • Exercício de simulação profissional – Imediatamente antes do exercício, o candidato recebe instruções escritas sobre o trabalho a executar, bem como informações contextuais que deve ler para se preparar para a prova. Nas instruções, é convidado a preparar uma reunião com um «interlocutor» (cerca de 10 a 15 minutos para a preparação).O candidato tem de desempenhar o papel requerido pela função à qual se candidata. É-lhe igualmente explicado o papel do «interlocutor» e descrita uma situação.
    O exercício de simulação propriamente dito dura cerca de 15 a 20 minutos e permite avaliar várias competências gerais. Basicamente, consiste numa reunião com o «interlocutor» sobre uma dada situação. O «interlocutor», que recebeu a formação necessária, dá mais algumas informações durante a reunião, de acordo com um guião semiestruturado. Em qualquer momento, o candidato pode consultar as instruções e informações que recebeu e as notas que tomou. Dois membros do júri observam o exercício sem intervir, limitando-se a tomar notas.
    Após o exercício, os membros do júri atribuem a pontuação. 
     
  • Prova de avaliação de competências específicas – Série de perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar as competências necessárias para um perfil específico. Cada pergunta tem por base um cenário textual associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. São dadas informações complementares no anúncio do concurso e na carta de convocação.

 

Assistentes (AST)

  • Provas realizadas em linha (exemplos)
    • Testes de raciocínio
      Verbal (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação verbal e numérica)
      Numérico (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação numérica)
      Abstrato (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber as relações entre conceitos na ausência de elementos linguísticos, espaciais ou numéricos)
    • Provas de avaliação de competências profissionais
      Exatidão e precisão (avaliação da capacidade de tratar rapidamente informação)
      Organização e estabelecimento de prioridades (avaliação da capacidade de organização e de estabelecimento de prioridades de trabalho)
       
  • Prova situacional (exemplos: inglêsfrancêsalemão e exemplo de pontuação - Prova que avalia o comportamento típico dos candidatos num contexto de trabalho.
     
  • Prova de avaliação de competências específicas – Série de perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar as competências necessárias para um perfil específico. Cada pergunta tem por base um cenário textual associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. São dadas informações complementares no anúncio do concurso e na carta de convocação.
     
  • Provas de compreensão linguística (exemplos em 24 línguas)
    A prova de compreensão linguística é constituída por uma série de doze perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar as capacidades linguísticas dos candidatos em termos de vocabulário, de construção gramatical e sintática e de estilo. As perguntas não dizem respeito a um domínio específico de uma determinada instituição, agência ou serviço. Cada pergunta tem por base um cenário associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. Cada resposta certa vale um ponto e as respostas erradas não são penalizadas. Os candidatos dispõem de 30 minutos para responder às 12 perguntas de escolha múltipla.  Embora o fator tempo também seja um elemento da avaliação, as provas são concebidas para dar aos candidatos a possibilidade de responder a todas as perguntas no tempo previsto. As perguntas não exigem conhecimentos específicos e baseiam-se exclusivamente nas informações dadas no texto.
     
  • Prova de edição de texto – Correção de erros linguísticos (numeração, pontuação, gramática/ortografia e vocabulário) e de formatação numa tradução. O texto original na língua 2 é apresentado no ecrã. A tradução do texto para a língua 1, fornecida num ficheiro editável MSWord (MS Office 2010), contém erros linguísticos e de formatação. Os candidatos devem detetar e corrigir os erros a fim de garantir a conformidade do texto com o texto de partida.
    A prova tem uma duração aproximada de 60 minutos.
     
  • Redação de uma nota relacionada com a natureza das funções/Prova escrita específica do domínio – Prova destinada a avaliar algumas das competências inerentes às funções associadas a um perfil específico. Os candidatos recebem uma nota escrita com a descrição de uma situação específica, sendo‑lhes pedido que redijam uma nota em que indiquem formas de fazer face à situação. A prova é realizada por computador na língua 2 dos candidatos. A pontuação mínima exigida é indicada no anúncio de concurso.
     
  • Entrevista para avaliar competências específicas – Prova destinada a avaliar algumas ou todas (ver o anúncio de concurso) as competências inerentes às funções associadas a um perfil específico. Trata-se de uma entrevista estruturada feita por dois membros do júri na língua 2 dos candidatos. A pontuação mínima exigida é indicada no anúncio de concurso. A entrevista que visa avaliar competências específicas/entrevista específica não deve ser confundida com a entrevista de avaliação das competências gerais, que também é uma entrevista estruturada, mas que aborda competências gerais e não competências específicas. 
     
  • Entrevista situacional de avaliação de competências – Entrevista que visa avaliar competências gerais do candidato procurando averiguar de que forma este reagiria numa situação específica. Cerca de duas a três semanas antes da entrevista, o candidato recebe instruções escritas sobre o que terá de fazer, bem como informações contextuais, que deve ler para se preparar para o exercício. De acordo com as instruções, o candidato terá de «substituir» um colega e assumir a responsabilidade por várias tarefas e situações que serão debatidas na entrevista. Esta incidirá também sobre outras situações que não são relacionadas com as instruções recebidas pelo candidato.

    A entrevista dura entre 30 e 40 minutos e visa pôr à prova uma série de competências gerais, tal como se refere no anúncio de concurso. A entrevista decorre apenas entre o candidato e um entrevistador qualificado, que é membro do pessoal das instituições e outros organismos da UE, mas não faz parte do júri. O entrevistador vai dando dá mais algumas informações durante a entrevista, de acordo com um guião semiestruturado. Durante a entrevista, o candidato pode consultar as instruções escritas e as informações contextuais.
    Dois membros do júri estão presentes durante a entrevista, mas não intervêm, limitando-se a observar e a tomar notas.

    A entrevista situacional decorre à distância, mediante uma ferramenta de videoconferência.

    Exemplos de perguntas que podem ser feitas durante uma entrevista situacional:

    Perguntas baseadas nas instruções:
    - Com base nas instruções, se tivesse de assumir um papel de liderança, como geriria o conflito entre… E ……?
    - Como decidiria o que é relevante e o que é menos relevante nas informações dadas por...?

    Perguntas não baseadas nas instruções:
    - Como lidaria com um colega que….?
    - Qual seria a sua reação se o seu projeto recebesse comentários no sentido de….?

 

Administradores (AD – Generalistas)

  • Provas realizadas em linha (exemplos)
    • Testes de raciocínio
      Verbal (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação verbal e numérica)
      Numérico (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação numérica)
      Abstrato (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber as relações entre conceitos na ausência de elementos linguísticos, espaciais ou numéricos)
    • Prova situacional (exemplos:inglêsfrancêsalemão ; exemplo de pontuação) – Prova que avalia o comportamento típico dos candidatos num contexto de trabalho
       
  • Exercício caixa de correio eletrónico (e-tray) (exemplo) – Simulação informática de uma situação de trabalho real que reproduz uma caixa de entrada de mensagens eletrónicas com informações sobre um determinado assunto.
     
  • Entrevista situacional de avaliação de competências – Entrevista que visa avaliar competências gerais do candidato procurando averiguar de que forma este reagiria numa situação específica. Cerca de duas a três semanas antes da entrevista, o candidato recebe instruções escritas sobre o que terá de fazer, bem como informações contextuais, que deve ler para se preparar para o exercício. De acordo com as instruções, o candidato terá de «substituir» um colega e assumir a responsabilidade por várias tarefas e situações que serão debatidas na entrevista. Esta incidirá também sobre outras situações que não são relacionadas com as instruções recebidas pelo candidato.

    A entrevista dura entre 30 e 40 minutos e visa pôr à prova uma série de competências gerais, tal como se refere no anúncio de concurso. A entrevista decorre apenas entre o candidato e um entrevistador qualificado, que é membro do pessoal das instituições e outros organismos da UE, mas não faz parte do júri. O entrevistador vai dando dá mais algumas informações durante a entrevista, de acordo com um guião semiestruturado. Durante a entrevista, o candidato pode consultar as instruções escritas e as informações contextuais.
    Dois membros do júri estão presentes durante a entrevista, mas não intervêm, limitando-se a observar e a tomar notas.

    A entrevista situacional decorre à distância, mediante uma ferramenta de videoconferência.

    Exemplos de perguntas que podem ser feitas durante uma entrevista situacional:

    Perguntas baseadas nas instruções:
    - Com base nas instruções, se tivesse de assumir um papel de liderança, como geriria o conflito entre… E ……?
    - Como decidiria o que é relevante e o que é menos relevante nas informações dadas por...?

    Perguntas não baseadas nas instruções:
    - Como lidaria com um colega que….?
    - Qual seria a sua reação se o seu projeto recebesse comentários no sentido de….?
     

  • Apresentação oral (exemplos: inglêsfrancêsalemão) – Prova individual de análise e apresentação, na qual é pedido aos candidatos que apresentem uma proposta sobre uma situação fictícia relacionada com o trabalho. Após analisarem a documentação que lhes é entregue, devem expor as suas ideias perante um público restrito.
     
  • Estudo de caso (exemplos: inglêsfrancêsalemão) – Prova efetuada por computador com base num cenário no qual os candidatos são confrontadas com vários problemas que devem resolver ou a que devem reagir, com base unicamente no material fornecido.

 

  • Entrevista para avaliar as competências gerais – Prova destinada a avaliar algumas ou todas as competências gerais, consoante o concurso e o grau em causa (ver o anúncio de concurso). Os candidatos são entrevistados durante um total de 40 minutos na sua segunda língua. As perguntas estão estruturadas de modo a permitir aos avaliadores determinar as competências gerais do candidato.  

 

  • Entrevista para avaliar a motivação dos candidatos – Há vários fatores a ter em conta para avaliar em que medida os candidatos estão motivados para trabalhar nas instituições europeias: a origem do interesse em trabalhar para a UE, o conhecimento e a adesão aos valores da UE, a compreensão dos desafios atuais e futuros que a UE enfrenta, as expectativas em relação a uma carreira profissional na UE e os conhecimentos sobre a UE, nomeadamente sobre as suas origens, instituições e principais políticas.
    A entrevista para avaliar a motivação é uma entrevista estruturada com a duração de 20 minutos, levada a cabo por dois membros do júri com o objetivo de avaliar a motivação dos candidatos em relação a cada um das facetas acima enumeradas.

 

Administradores (AD – Especialistas)

  • Provas realizadas em linha (exemplos)
    • Testes de raciocínio
      Verbal (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação verbal e numérica)
      Numérico (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação numérica)
      Abstrato (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber as relações entre conceitos na ausência de elementos linguísticos, espaciais ou numéricos)
    • Prova situacional (exemplos:inglêsfrancêsalemão ; exemplo de pontuação) – Prova que avalia o comportamento típico dos candidatos num contexto de trabalho
       

Provas de compreensão linguística (exemplos em 24 línguas)
A prova de compreensão linguística é constituída por uma série de doze perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar as capacidades linguísticas dos candidatos em termos de vocabulário, de construção gramatical e sintática e de estilo. As perguntas não dizem respeito a um domínio específico de uma determinada instituição, agência ou serviço. Cada pergunta tem por base um cenário associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. Cada resposta certa vale um ponto e as respostas erradas não são penalizadas. Os candidatos dispõem de 25 minutos para responder às 12 perguntas de escolha múltipla.  Embora o fator tempo também seja um elemento da avaliação, as provas são concebidas para dar aos candidatos a possibilidade de responder a todas as perguntas no tempo previsto. As perguntas não exigem conhecimentos adicionais e baseiam-se exclusivamente nas informações dadas no texto.
 

  • Exercício de simulação profissional – Imediatamente antes do exercício, o candidato recebe instruções escritas sobre o trabalho a executar e informações contextuais que deve ler para se preparar para o exercício. Nestas informações, é convidado a preparar uma reunião com um «interlocutor» (cerca de 10 a 15 minutos para a preparação). O candidato tem de desempenhar o papel requerido pela função à qual se candidata. É-lhe igualmente explicado o papel do «interlocutor» e descrita uma situação.
    O exercício de simulação propriamente dito dura cerca de 15 a 20 minutos e permite avaliar várias competências gerais. Basicamente, consiste numa reunião com o «interlocutor» sobre uma dada situação. O «interlocutor», que recebeu a formação necessária, dá mais algumas informações durante a reunião, de acordo com um guião semiestruturado. Em qualquer momento, o candidato pode consultar as instruções e informações que recebeu e as notas que tomou. Dois membros do júri observam o exercício sem intervir, limitando-se a tomar notas. Após o exercício, os membros do júri atribuem a pontuação.
     
  • Entrevista situacional de avaliação de competências – Entrevista que visa avaliar competências gerais do candidato procurando averiguar de que forma este reagiria numa situação específica. Cerca de duas a três semanas antes da entrevista, o candidato recebe instruções escritas sobre o que terá de fazer, bem como informações contextuais, que deve ler para se preparar para o exercício. De acordo com as instruções, o candidato terá de «substituir» um colega e assumir a responsabilidade por várias tarefas e situações que serão debatidas na entrevista. Esta incidirá também sobre outras situações que não são relacionadas com as instruções recebidas pelo candidato.

    A entrevista dura entre 30 e 40 minutos e visa pôr à prova uma série de competências gerais, tal como se refere no anúncio de concurso. A entrevista decorre apenas entre o candidato e um entrevistador qualificado, que é membro do pessoal das instituições e outros organismos da UE, mas não faz parte do júri. O entrevistador vai dando dá mais algumas informações durante a entrevista, de acordo com um guião semiestruturado. Durante a entrevista, o candidato pode consultar as instruções escritas e as informações contextuais.
    Dois membros do júri estão presentes durante a entrevista, mas não intervêm, limitando-se a observar e a tomar notas.

    A entrevista situacional decorre à distância, mediante uma ferramenta de videoconferência.

    Exemplos de perguntas que podem ser feitas durante uma entrevista situacional:

    Perguntas baseadas nas instruções:
    - Com base nas instruções, se tivesse de assumir um papel de liderança, como geriria o conflito entre… E ……?
    - Como decidiria o que é relevante e o que é menos relevante nas informações dadas por...?

    Perguntas não baseadas nas instruções:
    - Como lidaria com um colega que….?
    - Qual seria a sua reação se o seu projeto recebesse comentários no sentido de….?
     

  • Apresentação oral (inglêsfrancêsalemão) – Prova individual de análise e apresentação, na qual é pedido aos candidatos que apresentem uma proposta sobre uma situação fictícia relacionada com o trabalho. Após analisarem a documentação que lhes é entregue, devem expor as suas ideias perante um público restrito.
     
  • Estudo de caso inglêsfrancêsalemão) – Prova efetuada por computador com base num cenário no qual os candidatos são confrontadas com vários problemas que devem resolver ou a que devem reagir, com base unicamente no material fornecido.
     
  • Entrevista para avaliar as competências gerais – Prova destinada a avaliar algumas ou todas as competências gerais, consoante o concurso e o grau em causa (ver o anúncio de concurso). Os candidatos são entrevistados durante um total de 40 minutos na sua segunda língua. As perguntas estão estruturadas de modo a permitir aos avaliadores determinar as competências gerais do candidato.
     
  • Entrevista específica – Prova destinada a avaliar algumas ou todas (ver o anúncio de concurso) as competências inerentes às funções associadas a um perfil específico. Trata-se de uma entrevista estruturada feita por dois membros do júri na segunda língua dos candidatos. A pontuação mínima exigida é indicada no anúncio de concurso. A entrevista que visa avaliar competências específicas/entrevista específica não deve ser confundida com a entrevista de avaliação das competências gerais, que também é uma entrevista estruturada, mas que aborda competências gerais e não competências específicas.
     
  • Prova escrita específica do domínio – Prova destinada a avaliar algumas das competências inerentes às funções associadas a um perfil específico. Os candidatos recebem uma nota escrita com a descrição de uma situação específica, sendo-lhes pedido que escrevam um texto onde indiquem formas de fazer face à situação. A prova é realizada por computador na língua 2 dos candidatos. A pontuação mínima exigida é indicada no anúncio de concurso.
     
  • Prova de avaliação de competências específicas – Série de perguntas de escolha múltipla destinadas a testar as competências necessárias para um perfil específico. Cada pergunta tem por base um cenário textual associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. São dadas informações complementares no anúncio do concurso e na carta de convocação.

 

Juristas linguistas (AD)

  • Provas realizadas em linha (exemplos)
    • Testes de raciocínio
      Verbal (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação verbal e numérica)
      Numérico (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação numérica)
      Abstrato (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber as relações entre conceitos na ausência de elementos linguísticos, espaciais ou numéricos)
    • Prova situacional (exemplos: inglêsfrancêsalemão; exemplo de pontuação) – Prova que avalia o comportamento típico dos candidatos num contexto de trabalho
       
  • Provas de compreensão linguística (exemplos em 24 línguas)
    A prova de compreensão linguística é constituída por uma série de doze perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar as capacidades linguísticas dos candidatos em termos de vocabulário, de construção gramatical e sintática e de estilo. As perguntas não dizem respeito a um domínio específico de uma determinada instituição, agência ou serviço. Cada pergunta tem por base um cenário associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. Cada resposta certa vale um ponto e as respostas erradas não são penalizadas. Os candidatos dispõem de 25 minutos para responder às 12 perguntas de escolha múltipla.  Embora o fator tempo também seja um elemento da avaliação, as provas são concebidas para dar aos candidatos a possibilidade de responder a todas as perguntas no tempo previsto. As perguntas não exigem conhecimentos adicionais e baseiam-se exclusivamente nas informações dadas no texto.
     
  • Provas de tradução (exemplos: alemão, inglês, espanhol, francês, italiano)
     
  • Resumo (exemplo) – Os candidatos recebem um texto na língua 3 e são convidados a escrever em computador um resumo do mesmo na língua 1 (língua do concurso). A duração da prova é de cerca de duas horas. É proibido o uso de dicionários.
     
  • Entrevista situacional de avaliação de competências – Entrevista que visa avaliar competências gerais do candidato procurando averiguar de que forma este reagiria numa situação específica. Cerca de duas a três semanas antes da entrevista, o candidato recebe instruções escritas sobre o que terá de fazer, bem como informações contextuais, que deve ler para se preparar para o exercício. De acordo com as instruções, o candidato terá de «substituir» um colega e assumir a responsabilidade por várias tarefas e situações que serão debatidas na entrevista. Esta incidirá também sobre outras situações que não são relacionadas com as instruções recebidas pelo candidato.

    A entrevista dura entre 30 e 40 minutos e visa pôr à prova uma série de competências gerais, tal como se refere no anúncio de concurso. A entrevista decorre apenas entre o candidato e um entrevistador qualificado, que é membro do pessoal das instituições e outros organismos da UE, mas não faz parte do júri. O entrevistador vai dando dá mais algumas informações durante a entrevista, de acordo com um guião semiestruturado. Durante a entrevista, o candidato pode consultar as instruções escritas e as informações contextuais.
    Dois membros do júri estão presentes durante a entrevista, mas não intervêm, limitando-se a observar e a tomar notas.

    A entrevista situacional decorre à distância, mediante uma ferramenta de videoconferência.

    Exemplos de perguntas que podem ser feitas durante uma entrevista situacional:

    Perguntas baseadas nas instruções:
    - Com base nas instruções, se tivesse de assumir um papel de liderança, como geriria o conflito entre… E ……?
    - Como decidiria o que é relevante e o que é menos relevante nas informações dadas por...?

    Perguntas não baseadas nas instruções:
    - Como lidaria com um colega que….?
    - Qual seria a sua reação se o seu projeto recebesse comentários no sentido de….?

 

Tradutores (AD)

  • Provas realizadas em linha (exemplos)
    • Testes de raciocínio
      Verbal (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação verbal e numérica)
      Numérico (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação numérica)
      Abstrato (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber as relações entre conceitos na ausência de elementos linguísticos, espaciais ou numéricos)
    • Prova situacional (exemplos: inglêsfrancêsalemão; exemplo de pontuação) – Prova que avalia o comportamento típico dos candidatos num contexto de trabalho
       
  • Prova de tradução (exemplos em 24 línguas)

  • Prova de revisão (exemplo) - Revisão de um texto que foi traduzido da língua 2 para a língua 1.

  • Provas de compreensão linguística (exemplos em 24 línguas)
    A prova de compreensão linguística é constituída por uma série de doze perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar as capacidades linguísticas dos candidatos em termos de vocabulário, de construção gramatical e sintática e de estilo. As perguntas não dizem respeito a um domínio específico de uma determinada instituição, agência ou serviço. Cada pergunta tem por base um cenário associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. Cada resposta certa vale um ponto e as respostas erradas não são penalizadas. Os candidatos dispõem de 25 minutos para responder às 12 perguntas de escolha múltipla.  Embora o fator tempo também seja um elemento da avaliação, as provas são concebidas para dar aos candidatos a possibilidade de responder a todas as perguntas no tempo previsto. As perguntas não exigem conhecimentos adicionais e baseiam-se exclusivamente nas informações dadas no texto.
     
  • Entrevista situacional de avaliação de competências – Entrevista que visa avaliar competências gerais do candidato procurando averiguar de que forma este reagiria numa situação específica. Cerca de duas a três semanas antes da entrevista, o candidato recebe instruções escritas sobre o que terá de fazer, bem como informações contextuais, que deve ler para se preparar para o exercício. De acordo com as instruções, o candidato terá de «substituir» um colega e assumir a responsabilidade por várias tarefas e situações que serão debatidas na entrevista. Esta incidirá também sobre outras situações que não são relacionadas com as instruções recebidas pelo candidato.

    A entrevista dura entre 30 e 40 minutos e visa pôr à prova uma série de competências gerais, tal como se refere no anúncio de concurso. A entrevista decorre apenas entre o candidato e um entrevistador qualificado, que é membro do pessoal das instituições e outros organismos da UE, mas não faz parte do júri. O entrevistador vai dando dá mais algumas informações durante a entrevista, de acordo com um guião semiestruturado. Durante a entrevista, o candidato pode consultar as instruções escritas e as informações contextuais.
    Dois membros do júri estão presentes durante a entrevista, mas não intervêm, limitando-se a observar e a tomar notas.

    A entrevista situacional decorre à distância, mediante uma ferramenta de videoconferência.

    Exemplos de perguntas que podem ser feitas durante uma entrevista situacional:

    Perguntas baseadas nas instruções:
    - Com base nas instruções, se tivesse de assumir um papel de liderança, como geriria o conflito entre… E…
    - Como decidiria o que é relevante e o que é menos relevante nas informações dadas por...?

    Perguntas não baseadas nas instruções:
    - Como lidaria com um colega que…?
    - Qual seria a sua reação se o seu projeto recebesse comentários no sentido de…?
     

  • Apresentação oral (exemplos: inglêsfrancêsalemão) – Prova individual de análise e apresentação, na qual é pedido aos candidatos que apresentem uma proposta sobre uma situação fictícia relacionada com o trabalho. Após analisarem a documentação que lhes é entregue, devem expor as suas ideias perante um público restrito.
     
  • Prova de avaliação de competências na língua principal (exemplo) – A prova que visa avaliar as competências na língua principal é um teste de escolha múltipla com 25 perguntas distintas. Para cada pergunta, são dadas quatro possibilidades de resposta, das quais apenas uma (A, B, C ou D) é a resposta correta. Os candidatos têm 25 minutos para fazer o teste. As perguntas podem estar relacionadas com qualquer uma das seguintes competências: gramática, vocabulário, linguagem idiomática, ortografia e pontuação.

 

Intérpretes (AD)

  • Provas realizadas em linha (exemplos)
    • Testes de raciocínio
      Verbal (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação verbal e numérica)
      Numérico (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber informação numérica)
      Abstrato (avaliação da capacidade de pensar de forma lógica e de perceber as relações entre conceitos na ausência de elementos linguísticos, espaciais ou numéricos)
       
  • Entrevista situacional de avaliação de competências – Entrevista que visa avaliar competências gerais do candidato procurando averiguar de que forma este reagiria numa situação específica. Cerca de duas a três semanas antes da entrevista, o candidato recebe instruções escritas sobre o que terá de fazer, bem como informações contextuais, que deve ler para se preparar para o exercício. De acordo com as instruções, o candidato terá de «substituir» um colega e assumir a responsabilidade por várias tarefas e situações que serão debatidas na entrevista. Esta incidirá também sobre outras situações que não são relacionadas com as instruções recebidas pelo candidato.

    A entrevista dura entre 30 e 40 minutos e visa pôr à prova uma série de competências gerais, tal como se refere no anúncio de concurso. A entrevista decorre apenas entre o candidato e um entrevistador qualificado, que é membro do pessoal das instituições e outros organismos da UE, mas não faz parte do júri. O entrevistador vai dando dá mais algumas informações durante a entrevista, de acordo com um guião semiestruturado. Durante a entrevista, o candidato pode consultar as instruções escritas e as informações contextuais.
    Dois membros do júri estão presentes durante a entrevista, mas não intervêm, limitando-se a observar e a tomar notas.

    A entrevista situacional decorre à distância, mediante uma ferramenta de videoconferência.

    Exemplos de perguntas que podem ser feitas durante uma entrevista situacional:

    Perguntas baseadas nas instruções:
    - Com base nas instruções, se tivesse de assumir um papel de liderança, como geriria o conflito entre… E...?
    - Como decidiria o que é relevante e o que é menos relevante nas informações dadas por...?

    Perguntas não baseadas nas instruções:
    - Como lidaria com um colega que...?
    ​​​​​​​- Qual seria a sua reação se o seu projeto recebesse comentários no sentido de….?
    ​​​​​​​

  • Apresentação oral: (exemplos: inglêsfrancêsalemão) – Prova individual de análise e apresentação, na qual é pedido aos candidatos que apresentem uma proposta sobre uma situação fictícia relacionada com o trabalho. Após analisarem a documentação que lhes é entregue, devem expor as suas ideias perante um público restrito.

 

Agentes contratuais/CAST Permanente

  • Testes de raciocínio:
    Para os GF I, II e III, consulte a secção Assistentes (AST-SC) ou Assistentes (AST).
    Para os GF IV, consulte a secção Administradores (AD – Generalistas).
     
  • Prova de avaliação de competências – Teste de escolha múltipla por computador que avalia os conhecimentos dos candidatos no domínio de um perfil específico. Consulte o convite à manifestação de interesse para mais informações.

    A prova de avaliação de competências para agentes contratuais é constituída por uma série de 25 perguntas de escolha múltipla destinadas a testar as competências necessárias para um perfil específico. As perguntas das provas de avaliação de competências estão relacionadas com as funções descritas no convite à manifestação de interesse. e não com o domínio de uma determinada instituição, agência ou serviço. Cada pergunta tem por base um cenário associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta.  Cada resposta certa vale um ponto e as respostas erradas não são penalizadas. Os candidatos dispõem de 50 minutos para responder às 25 perguntas de escolha múltipla.  Embora o fator tempo também seja um elemento da avaliação, as provas são concebidas para dar aos candidatos a possibilidade de responder a todas as perguntas no tempo previsto. As provas de avaliação de competências são feitas na língua 2 dos candidatos. A pontuação mínima exigida é de 13 pontos, num total de 25 pontos, para os grupos de funções II e III e de 16 pontos, num total de 25 pontos, para o grupo de funções IV.

    Este tipo de teste é usado para os seguintes perfis:

Finanças Perguntas sobre procedimentos financeiros, gestão da contabilidade, análise e assessoria (auditoria e controlo), bem como, eventualmente, sobre teoria económica e ferramentas para seguir e analisar tendências, evolução e dados económicos e financeiros.
Gestão de projetos/programas – Perguntas sobre gestão de projetos e programas (por exemplo, planeamento, acompanhamento, avaliação) e sobre aspetos financeiros, de comunicação e de garantia da qualidade.
Secretários/escriturários – Perguntas sobre tarefas de secretariado e escritório (nomeadamente, a organização de reuniões, preparação de missões, classificação de documentos e mensagens eletrónicas, triagem da correspondência, gestão das agendas, etc.). É igualmente testado o conhecimento básico do MS Office.
Administração/recursos humanos – Perguntas principalmente relacionadas com a gestão dos recursos humanos e a formação profissional.
Comunicação – Perguntas sobre ferramentas práticas, nomeadamente briefings, fichas informativas, comunicação em linha e redes sociais, bem como sobre aspetos relevantes da gestão de projetos, como a definição e execução de estratégias de comunicação.
Assuntos políticos/políticas da UE – Perguntas sobre questões políticas gerais e da UE e, eventualmente, sobre determinados aspetos jurídicos e económicos.
Direito – Perguntas sobre o direito europeu, nacional e internacional e, eventualmente, sobre determinadas questões políticas e económicas.
Tecnologias da informação e da comunicação (TIC) – Perguntas sobre as TIC, por exemplo, sobre a utilização de linguagens de programação como Java, Visual Basic e Visual C#, etc., gestão do ambiente do utilizador (por exemplo, Windows e Unix) e gestão de redes e telecomunicações.
Pessoal de creches, ensino pré-escolar e atividades extraescolares – Perguntas sobre a guarda de crianças em instalações de acolhimento em horário pós-escolar e ao ar livre (crianças entre os três anos e meio e os 14 anos), o ensino pré-escolar e o trabalho em creches e serviços de guarda para crianças com idades até aos três anos.
Psicólogos especializados na área da educação – Perguntas sobre diferentes aspetos como a coordenação do trabalho e do pessoal numa creche ou num centro de guarda pós-escolar, a qualidade de vida das crianças e a interação com os pais, o desenvolvimento e o acompanhamento da declaração de missão de ensino (incluindo a formação).
 

  • Prova de compreensão linguística – Teste de escolha múltipla que avalia a compreensão da língua 2 (alemão, francês, inglês) em termos de vocabulário, de construção gramatical e sintática e de estilo.

    A prova de compreensão linguística para agentes contratuais inclui uma série de doze perguntas de escolha múltipla destinadas a avaliar a compreensão da língua 2 (DE-FR-EN) em termos de vocabulário, de construção gramatical e sintática e de estilo. As perguntas não dizem respeito a um domínio específico de uma determinada instituição, agência ou serviço. Cada pergunta tem por base um cenário associado a quatro opções de resposta diferentes, das quais apenas uma é correta. Cada resposta certa vale um ponto e as respostas erradas não são penalizadas. Os candidatos dispõem de 30 minutos para responder às 12 perguntas de escolha múltipla.  Embora o fator tempo também seja um elemento da avaliação, as provas são concebidas para dar aos candidatos a possibilidade de responder a todas as perguntas no tempo previsto. A pontuação mínima exigida é de 6 pontos, de um total de 12 pontos, para o grupo de funções III e de 7 pontos, num total de 12 pontos, para o grupo de funções IV.

    Este tipo de teste é usado para os seguintes perfis:

    Tradutores/Revisores de provas – Teste destinado a avaliar se os candidatos têm uma boa compreensão da língua 2 (EN-FR-DE) em termos de vocabulário, construção gramatical/sintática e estilo. As perguntas não exigem conhecimentos adicionais e baseiam-se exclusivamente nas informações dadas no texto.
     

  • Todas as provas são realizadas em computador e têm de ser feitas no mesmo dia num centro de testes da sua escolha (a escolher de entre os disponíveis). A lista dos centros de testes disponíveis será incluída na convocatória enviada aos candidatos.
     
  • Para o perfil «Trabalhadores manuais e de apoio administrativo» não há teste de competências nem teste de compreensão linguística, apenas testes de raciocínio.

Glossário

Teste de raciocínio abstrato :

avalia a capacidade dos candidatos para pensar logicamente e perceber as relações entre conceitos que não comportam elementos linguísticos, espaciais ou numéricos

Estudo de caso :

teste efetuado, regra geral, por computador, com base num cenário no qual os candidatos são confrontadas com diversos problemas que devem resolver ou a que devem reagir, com base unicamente no material fornecido

E-tray :

teste efetuado por computador, no âmbito do qual os candidatos devem responder a uma série de perguntas utilizando a documentação fornecida numa caixa de correio eletrónico

Exercício de grupo :
  • após estudarem individualmente um certo número de informações, os candidatos são colocados num grupo com outros participantes na seleção para discutir as conclusões e chegar a uma decisão coletiva
Teste de raciocínio numérico :

avalia as capacidades dos candidatos para pensar logicamente e perceber informações numéricas

Apresentação oral :

prova individual de análise e de apresentação no decurso da qual os candidatos são convidados a apresentar uma proposta relativa a um problema fictício relacionado com o trabalho, devendo analisar a documentação que lhes é entregue e expor as suas ideias perante um público restrito

Teste situacional :

avalia o comportamento dos candidatos numa situação profissional

Teste de raciocínio verbal :

avalia as capacidades dos candidatos para pensar logicamente e perceber informações de caráter verbal