Estágios

Gostaria de saber como é trabalhar para as instituições da UE? E se se candidatasse a um estágio?

Todos os anos, graças aos estágios organizados pelas instituições, organismos e agências da UE, mais de 1900 jovens têm a oportunidade de desenvolver as suas competências profissionais e qualidades pessoais, bem como de aprofundar os seus conhecimentos sobre a UE. A maioria das instituições, organismos e agências europeus organiza estágios, com uma duração média de três a cinco meses, para jovens titulares de um diploma universitário.

Um estágio é uma boa oportunidade para ficar com uma ideia de como funciona a UE. O teor do trabalho depende do serviço onde os estagiários são colocados: direito da concorrência, recursos humanos, política ambiental, comunicação, etc.

O processo de seleção dos estagiários depende diretamente de cada uma das instituições, organismos e agências europeus. Veja mais abaixo algumas das possibilidades de estágio (nem todas as oportunidades disponíveis podem figurar neste sítio):

 

Estágios

Aberto à apresentação de candidaturas: 29/04/2019 - 00:00
Prazo limite: Sem prazo de candidatura
Localizações: Liubliana (Eslovénia)

 

O programa de estágios dirige-se principalmente aos jovens titulares de um diploma universitário, sem excluir as pessoas que, no âmbito da aprendizagem ao longo da vida, tenham recentemente obtido um diploma universitário e estejam no início de um nova carreira profissional. 

Quem pode candidatar-se? 

  • Maiores de 18 anos nacionais de um país da União Europeia.
  • Os candidatos devem ter um nível de estudos correspondente a um ciclo completo de estudos universitários (duração mínima de três anos) comprovado por um diploma (emitido num país da UE ou objeto de um certificado de equivalência emitido pelas autoridades de um país da UE).
  • Os candidatos não podem ter beneficiado ou beneficiar de qualquer tipo de estágio ou ter tido ou ter qualquer tipo de atividade profissional numa instituição ou organismo da União Europeia.

Duração: 6 meses

Remunerado? Sim: 600 euros (subsídio mensal) e 350 euros (subsídio de alojamento)

Datas de início: 1 de setembro ou 1 de março