Passar para o conteúdo principal

Administradores e peritos nos domínios da indústria de defesa e do espaço

Tem experiência nos domínios da indústria de defesa e do espaço? Gostaria de enveredar por uma carreira internacional e de trabalhar numa equipa multicultural e diversificada? Se for o caso, continue a ler.

A Comissão Europeia pretende recrutar administradores (AD 7) e peritos (AD 9) nos domínios da indústria de defesa e do espaço. Os profissionais recrutados trabalharão principalmente na Direção-Geral da Indústria da Defesa e do Espaço (DG DEFIS) da Comissão Europeia.

Oferecemos oportunidades profissionais aos candidatos que se enquadrem num dos perfis a seguir apresentados. Chama-se a atenção para o facto de os candidatos só se poderem candidatar a um domínio e a um grau dentro do domínio escolhido.

  • Domínio 1 – Indústria de defesa

Administradores (AD 7): as suas principais tarefas consistirão em elaborar e acompanhar a política da UE no domínio da indústria de defesa e do mercado interno da defesa, definir as prioridades de financiamento para os programas europeus de defesa, acompanhar e analisar a tecnologia e as tendências do mercado no domínio da defesa e conceber e acompanhar atividades em prol do empreendedorismo e da indústria no domínio da defesa na UE.

Peritos (AD 9): para além das tarefas acima referidas, os peritos também negociarão e acompanharão acordos jurídicos e administrativos complexos, coordenarão e supervisionarão equipas e representarão a Comissão nos debates e nas negociações com as principais partes interessadas no setor da defesa.

  • Domínio 2 – Espaço

Administradores (AD 7): as suas principais tarefas consistirão em contribuir para o desenvolvimento da política espacial da UE e para a execução do Programa Espacial da UE e dos futuros programas relacionados com o espaço, supervisionar as atividades do Programa Espacial, conceber e acompanhar atividades em prol do empreendedorismo e da indústria europeia relacionadas com o espaço e desenvolver e acompanhar ações destinadas a reforçar as sinergias entre a política e o programa espaciais da UE e outras políticas da UE.

Peritos (AD 9): para além das tarefas acima referidas, os peritos também negociarão e acompanharão acordos jurídicos e administrativos complexos no domínio espacial e coordenarão e supervisionarão equipas.

Enquanto entidades empregadoras, as instituições e agências da UE proporcionam acesso a um vasto leque de competências e a numerosas oportunidades para ampliar os conhecimentos, melhorar as capacidades e evoluir profissionalmente. As equipas multiculturais, internacionais e diversificadas que compõem o pessoal das instituições europeias trabalham em conjunto para melhorar a qualidade de vida de cerca de 450 milhões de cidadãos da UE e em todo o mundo.

O respeito pela diversidade cultural e a promoção da igualdade de oportunidades são princípios fundadores da UE, pelo que o Serviço Europeu de Seleção do Pessoal se esforça por garantir as mesmas oportunidades, tratamento e condições de acesso a todos os candidatos. Para mais informações, consulte a página sobre a nossa política de igualdade de oportunidades, que explica nomeadamente como solicitar adaptações especiais nas provas de seleção.

 

Tem o perfil adequado?

Os candidatos devem ser cidadãos da UE e possuir um conhecimento aprofundado de uma das línguas oficiais da UEe um conhecimento satisfatório de inglês. Precisa também de satisfazer os seguintes critérios, que variam em função do domínio:

  • Administradores (AD 7): Domínio 1/Domínio 2: os candidatos devem possuir um diploma universitário correspondente a um ciclo de estudos de, pelo menos, quatro anos, seguido de, pelo menos, seis anos de experiência profissional relevante, ou um diploma universitário correspondente a um ciclo de estudos de, pelo menos, três anos, seguido de, pelo menos, sete anos de experiência profissional relevante.
  • Peritos (AD9): Domínio 1/Domínio 2: os candidatos devem possuir um diploma universitário correspondente a um ciclo de estudos de, pelo menos, quatro anos, seguido de, pelo menos, dez anos de experiência profissional relevante, ou um diploma universitário correspondente a um ciclo de estudos de, pelo menos, três anos, seguido de, pelo menos, onze anos de experiência profissional relevante.

Para mais informações sobre os requisitos, consulte o anúncio de concurso nas páginas das candidaturas mais abaixo.

O prazo para a apresentação das candidaturas tem início em 16 de junho de 2022.