Passar para o conteúdo principal
Logótipo da Comissão Europeia

Comunicação

Os peritos em comunicação desempenham um papel essencial nas relações entre a União Europeia e os cidadãos.

Ajudam as instituições a serem transparentes no que respeita às suas atividades, respondendo a perguntas dos meios de comunicação social sobre as decisões da UE, informando o público sobre as políticas europeias e implementando estratégias de comunicação interna e externa, entre outras funções.

Assistentes no domínio da comunicação

Descrição das funções

Os assistentes no domínio da comunicação exercem uma série de funções, nomeadamente relacionadas com o estabelecimento e manutenção de contactos com os meios de comunicação social e a realização de campanhas de comunicação.

Os assistentes de comunicação podem tratar de contactos com a imprensa, os meios de comunicação social e o público em geral. Ajudam a redigir, rever e preparar documentos para publicação, a organizar eventos, a elaborar documentos de informação, publicações, brochuras e produtos audiovisuais, a gerir sítios Web e redes sociais e a analisar o impacto das atividades de comunicação.
 
Qualificações

Deve possuir um bom domínio de, pelo menos, duas línguas da UE, ter feito estudos de nível pós-secundário num domínio relevante e uma experiência profissional adequada de alguns anos ou um diploma do ensino secundário e vários anos de experiência profissional. As qualificações necessárias podem variar, pelo que deve verificar sempre quais são os requisitos específicos de cada processo de seleção.

Saiba mais sobre os processos de seleção e as diferentes categorias de pessoal.

Também pode consultar as oportunidades de emprego disponíveis ou a página com informações sobre os estágios.

Responsáveis pela comunicação

Descrição das funções

Os responsáveis pela comunicação desempenham uma grande variedade de tarefas, tais como, redigir comunicados de imprensa, relatórios e outros documentos, organizar e realizar conferências de imprensa, elaborar e executar estratégias e campanhas de comunicação, cultivar as relações com a imprensa, assegurar a presença da UE nos meios de comunicação social, monitorizar a cobertura das instituições europeias pelos meios de comunicação social e gerir a comunicação estratégica e a comunicação em situações de crise, entre outras.
 
Qualificações

Deve possuir um bom domínio de, pelo menos, duas línguas da UE e ter um diploma universitário num domínio relevante apropriado para ser recrutado no grau AD 5 (nível de entrada dos funcionários administradores). Se, além disso, tiver vários anos de experiência relevante, pode ser recrutado num grau superior (grau AD 7 ou AD 7)). As qualificações necessárias podem variar, pelo que deve verificar sempre quais são os requisitos específicos de cada processo de seleção.

Saiba mais sobre os processos de seleção e as diferentes categorias de pessoal.

Também pode consultar as oportunidades de emprego disponíveis ou a página com informações sobre os estágios.