Passar para o conteúdo principal
Logótipo da Comissão Europeia

Línguas

O multilinguismo é um dos princípios fundadores da União Europeia e, neste contexto, os tradutores, revisores de provas, juristas‑linguistas e intérpretes desempenham um papel fundamental. Contribuem para comunicar políticas e ações nas línguas oficiais da UE, reforçando os laços entre a UE e os seus cidadãos ao permitir que a UE se lhes dirija na sua própria língua.

Juristas-linguistas

Descrição das funções

Os juristas-linguistas da UE asseguram que a nova legislação é corretamente traduzida para outras línguas da UE e reflete fielmente o texto em que foi originalmente concebida.

A natureza das funções exige que sejam desempenhadas por juristas competentes com conhecimentos linguísticos excecionais. As suas funções incluem, entre outras, acompanhar os procedimentos legislativos desempenhando o papel de consultores ao longo de todo o processo, dar orientações sobre a redação legislativa e verificar e rever textos jurídicos, verificando a respetiva conformidade com as regras formais. 

Qualificações

Deve possuir um domínio perfeito de uma língua oficial da UE e um conhecimento aprofundado de, pelo menos, duas outras línguas e ter uma licenciatura em direito. As qualificações necessárias podem variar, pelo que deve verificar sempre quais são os requisitos específicos de cada processo de seleção.

Saiba mais sobre os processos de seleção e as diferentes categorias de pessoal.

Também pode consultar as oportunidades de emprego disponíveis ou a página com informações sobre os estágios.

Além disso, também pode informar-se sobre as oportunidades de contratos temporários no sítio Web do Tribunal de Justiça.

Intérpretes de conferência

Descrição das funções

O serviço de interpretação das instituições europeias é o maior do mundo. Os seus intérpretes de conferência asseguram a interpretação dos debates realizados nas reuniões para uma língua oficial da UE, através de interpretação simultânea ou consecutiva. 

Os intérpretes da UE trabalham num ambiente estimulante e multicultural. Devem ser capazes de comunicar eficazmente, compreender questões variadas e complexas, reagir e adaptar-se rapidamente à evolução das circunstâncias e trabalhar sob pressão. 

Qualificações

É necessário ter um domínio perfeito de uma língua da UE, um domínio aprofundado de, pelo menos, duas outras línguas e qualificações adequadas no domínio da interpretação de conferências ou, alternativamente, um diploma universitário e um ou mais anos de experiência profissionalAs qualificações necessárias podem variar, pelo que deve verificar sempre quais são os requisitos específicos de cada processo de seleção.

Também podem ser contratados intérpretes freelance para trabalhar com os intérpretes que fazem parte do pessoal das instituições europeias. Para informações sobre como trabalhar como intérprete freelance na Comissão Europeia, no Parlamento Europeu e no Tribunal de Justiça Europeu, consulte o sítio Web: «Trabalhar como intérprete freelance nas instituições europeias».

Saiba mais sobre os processos de seleção e as diferentes categorias de pessoal.

Também pode consultar as oportunidades de emprego disponíveis ou a página com informações sobre os estágios.

Tradutores

Descrição das funções

Entre as responsabilidades dos tradutores figuram, entre outras, traduzir documentos de teor jurídico, financeiro, científico ou político, relatórios, correspondência e textos técnicos, prestar assessoria linguística sobre uma grande variedade de temas, gerir sítios Web multilingues e editar documentos originais elaborados por outros funcionários europeus.

Qualificações

Deve ter um domínio perfeito de uma língua da UE e um excelente conhecimento de, pelo menos, duas outras línguas e possuir um diploma universitário em qualquer domínio. As qualificações necessárias podem variar, pelo que deve verificar sempre quais são os requisitos específicos de cada processo de seleção.

Saiba mais sobre os processos de seleção e as diferentes categorias de pessoal.

Também pode consultar as oportunidades de emprego disponíveis ou a página com informações sobre os estágios.

Revisores de provas

Descrição das funções

Entre as funções dos revisores de provas figuram, entre várias outras tarefas, a revisão de documentos, a verificação da coerência dos textos traduzidos com a língua original, a preparação e verificação de conteúdos em vários formatos e suportes, a correção de erros ortográficos, gramaticais e sintáticos e a participação na organização e acompanhamento dos processos de produção envolvidos na publicação.

Qualificações

Deve possuir um domínio perfeito de uma língua da UE e um conhecimento aprofundado de uma segunda língua. Deve também ter habilitações de nível pós-secundário e, pelo menos, alguns anos de experiência profissional ou, em alternativa, um diploma do ensino secundário e vários anos de experiência profissional. As qualificações necessárias podem variar, pelo que deve verificar sempre quais são os requisitos específicos de cada processo de seleção.

Saiba mais sobre os processos de seleção e as diferentes categorias de pessoal.

Também pode consultar as oportunidades de emprego disponíveis ou a página com informações sobre os estágios.